Faça sua doação e mantenha os projetos socioambientais


Manaus, 14-12-2016
Oficina de Boas Práticas para a produção de fitoterápicos é realizado no Bailique

Dando sequência aos bons resultados do Protocolo Comunitário do Bailique (instrumento de empoderamento local e de gestão territorial e conservação da biodiversidade) foi realizado a III Oficinas de Boas Práticas para a produção de fitoterápicos, entre os dias 18 e 19 deste mês, capacitando comunidades tradicionais locais para produção de óleos, pomadas medicinais e também sabonetes para uso cosmético utilizando elementos regionais naturais como andiroba e pracaxi.

A Oficina é uma maneira de unir o conhecimento tradicional sobre plantas e óleos medicinais com o científico. Aplicada na comunidade de Franquinho, a oficina contou com as lideranças comunitárias locais Valdirene Rocha e Guimar Sarges, capacitadora do curso.

De acordo com Guimar, também líder do Grupo de Trabalho de Conhecimento Tradicional (GTCT) “Os ensinamentos em conhecimentos tradicionais dos produtos da região é algo que não pode deixar morrer, pois são as sabedorias passadas entre nossas gerações e deve ser compartilhada, sempre respeitando a biodiversidade” destaca.

A meta do Conhecimento Tradicional (CT) e disseminar as boas práticas no intuito propiciar um padrão básico para a produção de fitoterápicos que possibilitará a criação, em dezembro, da primeira Farmácia da Terra do Bailique. Tradicionalmente elas utilizam 136 plantas na feitura dos remédios fitoterápicos e os utilizam também na produção de cosméticos.

A oficina começou com o procedimento de criação de sabonete medicinal para eliminar alergias na pele, também contou com a palestra do biólogo Samuel Quaresma, que explicou sobre as técnicas de dissecagem de plantas, além do passo a passo sobre como fazer uma composteira, que melhora a quantidade de nutrientes da terra para os canteiros das hortas.

Conforme explica Rubens, essa oficina é um repasse das técnicas das Boas Práticas para produção de fitoterápicos de duas lideranças que foram capacitadas em Ribeirão Preto/SP no Centro de Referência de Fitoterápicos na Terra de Ismael “Essa atividade é a transferência de tecnologia, de ciência para junção da tradição associado a boas práticas. A primeira Farmácia da Terra que será inaugurada, fará uso da biodiversidade com o conhecimento tradicional em prol da saúde pública, isso para mim é um produto de extrema qualidade e valor, porque é o uso da biodiversidade brasileira para tratar a saúde da nossa população” destaca.

As Oficinas de Boas Práticas de capacitação das comunidades ribeirinhas acontecem sempre com o apoio financeiro do Fundo Vale e apoio técnico da OELA e do Grupo de Trabalho Amazônico (GTA).



Mais photonotes


Manaus, 14-12-2016
O Conhecimento Tradicional merece cada vez mais ser propagado e protegido.


Manaus, 14-12-2016
Avaliação dos resultados do projeto Centro de Referência Esportiva do Amazonas.





Apoio


Rua 22, Quadra O, Nº. 8. Conj. São Cristóvão
Bairro: Zumbi II - Manaus | Amazonas | Brasil
CEP: 69084-580


(92) 3017-6761 / 3638-2667

Patrocínio